• Carlos Guglielmeli

Obsessão por ignorar isolamento e mortes causadas pelo coronavírus marca governo Bolsonaro em 2020


Bolsonaro participa e incentiva manifestações que contrariam medidas de isolamento (15/03/2020) / Foto: Sérgio Lima - AFP

Contrariando a OMS (Organização Mundial de Saúde), cientistas, infectologistas e seus próprios ministros, o presidente Jair Bolsonaro passou o ano fazendo oposição ao isolamento social e nesse propósito minimizando a pandemia do novo coronavírus.


O resultado não podia ser outro, mais de 190 mil brasileiros, e não os míseros 800 previstos por ele próprio, morreram da "gripezinha".


Com a pandemia nascendo na Ásia e chegando primeiro na Europa, países latinos tinham tudo para se sair melhor no enfrentamento à infecção, mas, intelectualmente lento, o presidente brasileiro preferiu ignorar todos os riscos e sinais práticos para apostar em crendices.

Seguindo o ídolo. bolsonaristas ignoram gravidade da pandemia do novo coronavírus / Foto: Reprodução

Bolsonaro e bolsonaristas, provavelmente baseados em almanaques do Recruta Zero, diziam que o coronavírus não resistiria ao clima tropical, que beber água quente matava o patógeno e que, entre outros, a situação no Brasil não se agravaria por causa da média etária mais baixa do que que na Europa.


Desde sempre o presidente travou uma verdadeira cruzada para "deseducar" a população, principalmente as de estados em que os governadores implementaram medidas de isolamento social como medida de combater a disseminação da doença.


O presidente fez questão de ser filmado nas ruas, no comercio, sem máscara, em aglomerações, abraçando, pegando na mão, enfim, contrariando as medidas de isolamento.


Para ele e depois para seus seguidores, só velhos e pessoas com comorbidades morreriam, como se elas fossem descartáveis e sem considerar que 82% dos brasileiros tem ao menos uma das patologias consideradas agravantes da infecção pelo Covid-19.


Talvez não para os lunatizados, mas para as mentes pensantes a delinquência de Bolsonaro em relação á pandemia do novo coronavírus ficará marcada como o grande destaque do seu governo no ano, quiçá de todo o seu mandato.


Carlos Guglielmeli
Eu_com_a_mão_no_bolso_lado_direito_PNG_f

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon
Publicidade
https://www.jornalopcaodoentorno.com
https://www.jornalopcaodoentorno.com

https://www.jornalopcaodoentorno.com
https://www.jornalopcaodoentorno.com

1/4

Parabéns! Sua mensagem foi recebida.