• Carlos Guglielmeli

Covid-19: Números do governo Pábio Mossoró se tornam impossíveis de acreditar


Imagem corresponde a uma 'charge eletrônica'

Com as eleições chegando e um forte desgaste em sua imagem relacionado a incompetência no enfrentamento ao Covid-19, o governo Pábio Mossoró agora parece estar atacando com a manipulação dos números da pandemia.

Além de ter colocado as informações sobre o destino dos R$ 23 milhões vindos do Governo Federal numa espécie de 'caixa preta', agora o governo se utiliza de uma contabilidade criativa, onde tenta promover o número de recuperados e despreza por completo as famílias atingidas pela doença.


Só que a matemática é exata, difícil embromar muito com ela, principalmente quando os contabilistas nem são lá essas coisas.


No domingo, 27 de setembro, um dos sites aliados do prefeito, lá de Brasília, que só aparece em Valparaíso de quando em vez, exclusivamente para lhe bajular ou para atacar seus adversários políticos, sabe-se lá em troca de que, fez uma postagem tentando minimizar a gafe de Pábio Mossoró, que convocou servidores da prefeitura para aglomerar e demonstrar uma falsa imagem de força política no lançamento de sua campanha à reeleição. Um áudio vazado na internet comprova isso.


Na publicação, o Tudo OK informou que no evento de reforço na testagem realizado no sábado, 26 de setembro, apenas o 4º em seis meses de pandemia, foram atendidas 1.077 pessoas, só que de segunda-feira, quando os dados começam a ser digitados, conforme a própria Secretaria de Saúde local, até sexta-feira (02) foram inseridas apenas 328 notificações no Portal da Covid-19, que é mantido pelo estado e receptor dos dados informados por todos os municípios.


Ora veja, se ninguém tivesse sido contaminado pelo novo coronavírus durante a semana inteira em Valparaíso, ainda assim os números de Mossoró estariam mentindo em 749 notificações.


Dessa forma, como acreditar que num passe de mágica Valparaíso passou de uma média acima de 75 pessoas diagnosticadas com o vírus diariamente para apenas 20? É o que os Boletins começaram a dizer de repente?


Isso tudo sem contar com a absoluta falta de empatia, de respeito com as famílias atingidas pelo vírus quando tentam justificar midiaticamente a contaminação e as mortes pelo número de recuperados, outro número difícil de acreditar, pois se subtrairmos dos infectados o número de mortos e de recuperados, sobra 2, 3, estourando 4 dias de novos registros. Seria o mesmo que na quinta-feira todos os contaminados de segunda-feira para trás já estivessem curados.


Hã? Tem como fazer isso? Sem teste, sem nada?


A realidade mais provável é que a situação do Covid-19 em Valparaíso tende a melhorar com o tempo, não porquê o governo fez a sua parte, ao contrário disso ele deixou as pessoas à própria sorta, permitindo-as ficar doente e até morrer, numa velocidade em que devemos estar perto da chamada "imunização de rebanho".


Sem resultados verdadeiros, parece que o negócio agora é varrer a merda para debaixo do tapete.



Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon