• Carlos Guglielmeli

Vida fácil de Sônia Chaves acabou, o vereador Christovam voltou


O vereador Christovam Machado (PSDC) voltou a ocupar sua cadeira de vereador na Câmara Municipal de Novo Gama nesta terça-feira (3), o que certamente acaba com o sono da prefeita Sônia Chaves.

De maneira estranha, o vereador teve um mandado de prisão expedido contra si, passou 60 dias foragidos e 12 presos, para depois ser solto por decisão do MP de Luziânia, que simplesmente revogou a medida por falta de elementos que a justificasse.

Christovam foi recentemente acusado de participar de um crime supostamente cometido quanto exercia a função de agente penitenciário e mesmo se colocando à disposição da justiça provando materialmente que não estava na unidade prisional quando tudo aconteceu e não aparecendo em depoimentos chaves como alguém presente na hora do ocorrido, foi alvo dessas medidas extremas e no mínimo desproporcionais.

Dos 15 vereadores novogamenses, por exemplo, Christovam foi o único a denunciar a “queijolândia” de Sônia Chaves, episódio em que o parlamentar trouxe a público a compra de 500Kg de queijo pagos com dinheiro público.

Foi Christovam também quem denunciou uma obra fantasma, cujo a prefeitura de Novo Gama teria pago R$ 350 mil “por engano”, segundo a justificativa de Sônia. “Só passando peroba na cara para dar uma desculpa dessas”.

Também foi o peessedecista quem denunciou a farra do dinheiro público para pagar arbitragem de campeonatos amadores de futebol e o emblemático caso em que o “primeiro damo” foi pego numa blitz embriagado e dirigindo o carro da prefeitura com a prefeita do lado, quando o veículo deveria estar guardado em um pátio público.

Será que a precipitação do seu processo tem alguma coisa a ver com essa combatividade, ou melhor dizendo, essa oposição na Câmara?

A única resposta lógica para essa pergunta, parece ter inflado o parlamentar que prometeu proporcionar dias mais difíceis para a Prefeita Sônia Chaves.

O fato é que a probabilidade do “sim” para essa pergunta faz da, também, suposta tentativa calar o vereador um tiro no pé da prefeita, pois o senso comum que ficou na sociedade é que Christovam Machado foi alvo de uma retaliação contra sua oposição ao governo Sônia Chaves, o que acabou tornando-o ainda mais forte no jogo político de Novo Gama.


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon