• Carlos Guglielmeli

Passarela da Cidade Jardins. Qual é a verdade sobre quem é o pai ou mãe dessa construção em Valparaí


Essa publicação não é pró um ou contra outro, mas é uma busca pela verdade crua independente da minha opinião e baseada em fatos, para desfazer algumas injustiças que vemos nas redes social.

Independente de gostarmos ou não desse ou daquele político, justiça seja feita.

A passarela tão sonhada pela comunidade, que liga os bairros Cidade Jardins e Parque São Bernardo atravessando a BR 040 por cima, está sendo construída realmente pela concessionária que administra a rodovia, a VIA 040. Porém até chegar ai houve todo um contexto que exige distribuição dos méritos desse feito.

O dinheiro que está construindo essa passarela estava originalmente destinado à reforma e construção de postos da PRF (Polícia Rodoviária Federal). E com a desistência da VIA 040 pela concessão, ela só daria andamento nas obras cujo os recursos já estivessem destinados no momento em que abortou o negócio, portanto não haveria passarela nova em Valparaíso sem a atuação externa.

Ai é que entra o poder público de maneira decisiva. A verdade é que, em 16 audiências junto à ANTT, à Concessionária, a PRF, ao ministério das Cidades, ao Senado Federal, entre outros, a equipe do governo municipal de Valparaíso viabilizou a obra.

Há elementos cronológicos de fatos que comprovam isso.

Diligente, o prefeito Pábio Mossoró Bateu nas portas em busca de ajuda, o secretário de infraestrutura, Antônio Reis, que é do PSB, acompanhou e provocou a então senadora Lúcia Vânia, também do PSB, que por sua vez colocou seu gabinete no assunto.

Provocada pelo prefeito e pelo secretário de infraestrutura, foi a equipe de Lúcia Vânia quem identificou junto à VIA 040 o recurso destinado à PRF. A partir daí iniciou-se o trabalho de convencimento para o remanejamento do recurso.

Dados como o número de atendimentos no trecho da rodovia que corta Valparaíso foram levantados em diversos órgãos diferentes para mostrar à PRF e ANTT que fazer as passarelas seria mais vantajoso do que a estruturação da corporação rodoviária.

Alguém faz ideia da dificuldade que é marcar uma agenda com a direção de cada órgão federal desses?

Alguém faz ideia do quão difícil é convencer uma corporação como a PRF, para qual estava destinado um valor substancial destinado ao melhoramento e ampliação de sua estrutura a abrir mão desse recurso?

Pois é, foi feito, portanto se o prefeito Pábio Mossoró e o secretário de infraestrutura não tivessem atuado neste assunto, “não haveria passarela", haveriam postos da PRF.

Gostem deles ou não, isso é um fato incontestável.

A política nunca foi tão podre em Valparaíso de Goiás, no próprio Goiás e no Brasil. Mais do que políticos sujos para ficar mentindo uns sobre os outros, existe um povo ignorante que não se informa, acredita e compartilha mentiras. Ler, estar disposto a ler e a entender o que não nos agrada pessoalmente, é quase tudo na vida de quem quer ser conhecido como uma pessoa correta.

#BlogdoCarlos #OpiniãodoBlogdoCarlos #OpiniãodoJornalOpçãodoEntorno #noticiasdeValparaíso #SitedenotíciasemValparaíso #NotíciasdeValparaíso #NotíciasdoValparaíso #NotíciasdoVal #AlôValparaíso #Valparaíso #ValparaísodeGoiás #PábioMossoró #GovernoPábioMossoró #JornalOpçãodoEntorno

Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon