• Carlos Guglielmeli / Imagem: Reprodução

Debate dos presidenciáveis na Rede TV, como foi?


O segundo debate entre os candidatos a presidente da República, transmitido pela Rede TV em plataformas WEB, foi mais quente que o anterior, mas esteve longe do ideal, pois os candidatos de quem se esperava muito nesses embates, pouco fizeram.

Primeiro que o tempo determinado pela emissora para as perguntas e para as respostas foi pouco, 30 ou 50% a mais seria o ideal.

Segundo que aquele Cabo Daciolo e o Guilherme Boulos são um tremendo desperdício de tempo. É doloroso tê-los que aturar para assistir o resto que interessa.

O Henrique Meireles é um peixe fora d’água, um homem de exatas se metendo em humanas. Também é uma perca de tempo. Lógico que menos perca que os mencionados anteriormente.

Marina Silva está apresentando um desempenho muito abaixo dela mesmo, por exemplo, na eleição passada. Tão ruim que quase empata com Boulos e Daciolo.

O Álvaro Dias muito sonolento, lento para tudo. Sem nenhuma energia, demonstrando fragilidade para aguentar o rojão de ser presidente do Brasil.

Bolsonaro melhorou em relação ao outro debate e a algumas respostas desastrosas que andou dando em entrevistas, mas não protagonizou tecnicamente nenhuma pergunta ou resposta.

Mais uma vês os candidatos Geraldo Alkmin e Ciro Gomes se destacaram. Com visões e crenças opostas, mostraram conhecer, muito mais que os outros, a máquina pública e suas particularidades. Foram os melhores, na mesma ordem em que foram mencionados neste parágrafo.


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon