• Carlos Guglielmeli

É Lula quem discrimina povo nordestino


A popularidade que o ex-presidente Lula mantém no nordeste, mesmo tão envolvido em denúncias de corrupção e até condenado por um dos crimes dos quais é acusado, as vezes gera manifestações de seus opositores que beiram, parecem e podem ser mesmo atos de discriminação.

O debate sobre a preferência de terceiros também faz parte do exercício democrático, desde que limitado por considerações não ofensivas, portanto é válida essa discussão.

No caso em questão da caravana que Lula está fazendo por cidades no nordeste indica que ele, não seus opositores, elegeu o povo daquela região como o mais fácil de enganar. Fato.

Uma enxurrada de novas comprovações e fatos estão vindo à tona contra o ex-presidente e andar pelo nordeste sendo ovacionado por brasileiros da região com os mais baixos índices de desenvolvimento social, econômico e escolar é assumidamente uma estratégia de sua equipe. Apenas uma estratégia de Marketing.

Se o ex-presidente e sua equipe de marketing avaliam que o nordestino é o povo mais fácil de comover por entender menos ou estarem alheios a tudo o que está acontecendo, então quem discrimina essa povo ordeiro, trabalhador e tão sem oportunidades é ele mesmo, não quem enxerga e entende isso.

Esse tipo avaliação não pode ser encarada como ofensa de quem a faça, pois é uma suposição possível ao observar bem o assunto.

Porque Lula não faz uma caravana pelo centro-oeste, sul ou sudeste? Porque nessas regiões ele e sua equipe, entendem que poderão receber apoio sim, mas certamente virá acompanhado de manifestações de oposição, o que lhe tiraria a imagem de ídolo supremo.


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon