• Carlos Guglielmeli

Por falta de energia elétrica, indústria deixa de gerar 350 empregos em cidade do entorno


A Nutridami, fabricante de ração para cães, esta com seu Galpão Industrial em Cristalina pronto para funcionar, mas por falta de energia permanece inoperante. O problema está na distribuição da CELG, pois a produção energética regional está acima do consumo local.

Calcula-se que a empresa já tenha investido 12 MILHÕES nessa sua primeira filial construída em 2.000 metros quadrados a beira da BR 050 sentido Cristalina / Brasília.

Com estimativa de gerar mais ou menos 350 empregos na região, essa é apenas a primeira de três unidades produtivas previstas para o local, mas todo planejamento estratégico da indústria esbarrou na distribuidora de energia.

Pronta desde o final de 2015, a fabrica já poderia estar recebendo matéria prima agrícola, que faz parte da vocação econômica do estado de Goiás e produzindo algo em torno de 10 toneladas de ração por hora.

Espera-se que a CELG dê solução ao problema, agora que foi privatizada e passou para o controle de um consórcio italiano.


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon