• Carlos Guglielmeli

Vereador Zé Antônio manda eleitor que votou na "mudança certa" aceitar que dói menos


O controverso vereador Zé Antônio protagonizou ontem um debate no mínimo desnecessário pelo aplicativo Whatsapp com membros de um grupo que se opõem politicamente a ele ou a seu modo operante.

Candidato em 2012 na coligação da então Prefeita Leda Borges, Zé Antônio mudou de lado quando a atual prefeita Lucimar o cooptou em busca da famosa governabilidade, de lá para cá o vereador se apossou da Secretaria de Ação Social onde protagonizou a “passagem de bastão em família”, quando nomeou a própria esposa para seu lugar.

Quando o Perfil da rede social “Conexão BR” do Sr, Adélcio noticiou que o mesmo poderia manter a titularidade da secretaria no próximo governo, logo surgiram as manifestações contrárias que o vereador respondeu com uma postagem inadequada dando a entender que a possibilidade noticiada era um fato.

Reencaminhando o Link da notícia o vereador escreveu “aceita que dói menos” e permanece nessa linha de diálogo dai em diante.

Zé Antônio foi adversário do prefeito eleito durante as eleições e pode sim compor o próximo governo na busca da tal governabilidade, porém há de se tomar o cuidado necessário para não espantar os que protagonizaram a vitória de Pábio Mossoró. Não deve adiantar para o prefeito eleito que o vereador entre por um lado botando dezenas para fora do outro.

Os tempos mudaram e a governabilidade não se faz mais apenas com maioria na câmara, a opinião pública hoje consegue se organizar e influenciar as decisões e a conduta de políticos que tenham interesse em permanecer na vida pública.

A diplomacia é muito importante para todos os de fora que forem compor o governo eleito por um grupo aguerrido e qualificado com o é o caso do prefeito Pábio Mossoró, caso contrário o mesmo levará mais dificuldades do que ajuda para a próxima gestão. O governo Lucimar é um exemplo disso.

A sociedade valparaisense elegeu Pábio Mossoró com o slogan “a mudança certa” querendo se livrar das práticas antigas, para isso são necessárias doses de diplomacia e compromisso coletivo de quem está dentro e também de quem entre agora no grupo eleito.


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon