• Carlos Guglielmeli

Protestos contra a PEC 241 são atos de brasileiros conscientes ou de idiotas úteis?


Vladimir Lenin foi um revolucionário comunista que deixou grande parte das “instruções táticas” pelas quais se norteiam os grupos políticos que usam o proletariado (trabalhadores) como pano de fundo, a exemplo do PT e seus puxadinhos como PSOL, PSTU, PCO, PC do B, UNE, CUT, MST, MTST e tantos outros.

Em uma de suas táticas deixadas como lição, Lenin disse o seguinte: - “Usaremos o idiota útil na linha de frente. Incitaremos o ódio entre as classes. Destruiremos a sua base moral, a familiar e a espiritualidade. Comerão as migalhas que caírem de nossas mesas. O estado será Deus”.

- “A minoria organizada irá sempre derrotar a maioria desorganizada”. (Vladimir Lenin, 1870 – 1924)

Nessa citação podemos reconhecer alguns ingredientes do nosso momento político.

=> O “usaremos” identifica os algozes das polêmicas políticas do momento, supostos revolucionários de classe, os petistas e seus puxadinhos mencionados acima;

=> Em seguida os “idiotas úteis” são os estudantes amotinados em escolas e faculdades protestando contra a PEC 241 que não fazem a menor ideia do que seja;

=> Depois vemos a estratégia de enfraquecimento social para evitar uma reação, “Destruiremos sua base moral, a familiar e a espiritual”, que vem sendo implementada ao longo de quase 14 anos sob o pretexto de defesa das minorias, oprimidas pelo fascismo;

=> Mais adiante vemos a parte da lição em que Lenin mostra o verdadeiro motivo pelo qual derramaram dinheiro em movimentos como MST, no programa de alienação disfarçado de programas sociais, quando ele idealiza que “o povo vai comer migalhas que caírem da mesa do estado e por isso o endeusará”.

Em um parágrafo separado eu mencionei uma outra passagem em que Lenin debocha da maioria, a que pensa, pois na incredulidade de ter que argumentar com tantas sandices não se organiza e acaba subjugada pelas minorias organizadas com táticas de guerrilha psicológica.

A esperança é que tudo no que Lenin acreditava faliu com a extinta União Soviética, assim como no Brasil com o Impeachment do PT, porém a grande lição é que por maiores que sejam as sandices dos “idiotas úteis”, os pensantes precisam se opor e argumentar para que não existam mais cabeças vazias que possam se tornar essa “massa de manobra”.

As instituições de justiça, de governo e de segurança não podem se acovardar diante da possível repercussão, sem violência, mas sem apatia, a ordem nos estabelecimentos públicos precisa ser retomada e o que é público não pode ser usado como “quartel de milicianos”.

Quem for contra a PEC 241, por exemplo, que a contradiga com argumentos técnicos e não com afirmações claramente vazias. Os porta-vozes dos manifestos estão passando enorme vergonha como “idiotas úteis” quando são chamados a abrir a boca.

Para conhecimento, o que explica a foto desta publicação é um outro ensinamento de Lenin que diz o seguinte: - Chame-os do que você é e acuse-os do que você faz;

(Vladimir Lenin, 1870 -1924)


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon