• Carlos Guglielmeli

Boatos de envolvimento com empresário preso esfria campanha de Afrânio Pimentel em Valparaíso


A última bomba em torno do prefeitável Afrânio Pimentel foi a prisão de seu amigo e financiador de campanhas Sandro do Econômico. Em uma operação realizada simultaneamente em Valparaíso, Luziânia, Cidade Ocidental e Formosa a polícia apreendeu computadores, maquinas de cartão de crédito, quatro armas de fogo e porções de drogas. Segundo o Site da Polícia Civil do Goiás foram cumpridas quatro prisões 19 buscas e apreensão e duas conduções coercitivas.

Essa operação policial, que caiu na boca do povo foi um banho de água fria na campanha do candidato a prefeito conhecido como pica-pau.

Afrânio já vinha em uma linha descendente na preferência popular, desde quando veio a confirmação de suas alianças com todos os integrantes do governo Lucimar / PT como o Elvis Santos, o Zeca e o Emanuel Ayres que são rotulados pelas pessoas como ajudantes da prefeita na destruição da cidade. Agora essa notícia arrebata o ânimo dos “afranistas”.

A Prisão do empresário também reaviva o caso suspeito da permuta dos lotes da Câmara Municipal, pois o lote barato era desse mesmo empresário preso, o qual recebeu o lote caro do governo e ainda uma estranha volta milionária, quando na realidade seria ele quem deveria pagar a diferença.

Como a polícia está investigando a movimentação bancária do empresário, esse caso da sede da Câmara Municipal que tem seu presidente Elvis Santos no centro, pode ressurgir.

O melhor é aguardar o decorrer das investigações para entender o grau de envolvimento desses políticos com o empresário, caso haja.


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon