• Carlos Guglielmeli

Com criatividade e coragem é possível reduzir a violência e aumentar a segurança


A violência é apontada como o maior problema da sociedade valparaisense, ela assusta e inibe a convivência social, o que promove um ciclo vicioso que transforma as ruas em terreno fértil para a bandidagem.

Até aí nenhuma novidade, mas existe solução para esse problema?

Creio que sim e tenho algumas ideias prontinhas para isso. O envolvimento da administração pública municipal pode gerar uma sensação de segurança com o investimento em infraestrutura urbana, fora isso entendo que ações governamentais e da sociedade civil em locais de alta vulnerabilidade focados principalmente na juventude, que representa o público mais afetado, são alguns dos remédios mais eficientes para combater essa “endemia”.

Além de implementar suas próprias ações a prefeitura precisa elaborar um programa de incentivo às iniciativas populares que surtem efeitos positivos no combate à violência. Esses incentivos têm que reconhecer, propagar e premiar policiais, entidades e pessoas que contribuam eficientemente com a diminuição do crime em Valparaíso.

Entendo que a violência é um fenômeno multicausal, portanto não tem uma solução mágica ou única e o que significa dizer que o problema não será resolvido com isso ou aquilo, certo mesmo é dizer que o problema pode ser amenizado com a soma disso e daquilo.

O sistema prisional e nossa legislação nacional estão completamente falidos, isso quer dizer que usar apenas a polícia para combater a criminalidade é o mesmo que enxugar gelo.

Diminuir a violência e aumentar a segurança só será possível quando o poder público municipal tiver a coragem de assumir essa responsabilidade e canalizar sua energia para uma atuação efetiva ao contrário de gasta-la com justificativas e terceirização das responsabilidades.

Enfrentar o problema com coragem e criatividade pode ser o alivio que a sociedade quer e para que isso aconteça o povo precisa analisar e escolher seus representantes públicos que tenham capacidade, coragem e disposição para fazer acontecer.

Boa sorte Valparaíso.


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon