• Carlos Guglielmeli

Repasses “MILIONÁRIOS” de dinheiro para uma Companhia Teatral levanta mais uma suspeita de falcatr


Não há dúvida que Valparaíso está passando por uma grande crise ética, onde o PT municipal parece estar imitando a bandalheira nacional.

A agenda do atual governo municipal é tão negativa que não vem nos dando espaço para falar em coisas boas.

Ontem nós denunciamos o Projeto de Lei que visa criar 264 novos cargos ao mesmo tempo que a prefeita se nega a nomear os aprovados em concurso público e a pagar o dissídio dos servidores municipais, sempre alegando falta de dinheiro.

Hoje nos deparamos com convênios MILIONÁRIOS que a prefeitura firmou com a Companhia Teatral Vem Viver, são ao todo R$ 2.858.674,51 empenhados, dos quais R$ 1.298.256,64 já foram entregues e R$ 992.575,24, QUASE UM MILHÃO é para este ano eleitoral.

O fato é que se trata de uma fortuna faraônica que obrigaria a CIA Teatral a trabalhar muito para gastar toda essa grana e não vimos esses serviços de cultura nas ruas. Deveria ser uma prestação de serviço grandiosa, marcante para gastar tanto dinheiro.

Na falta de comprovação dos serviços provenientes dessa fortuna, torna-se compreensível a suspeição de que a prefeita esteja praticando em nossa cidade os atos sistemáticos do PT nacional. A desconfiança é de que o governo passa o dinheiro para a CIA Teatral, R$ 3Milhões, por exemplo, ai a ONG presta serviços à sociedade com R$ 500 Mil e os R$ 2,5MILHÔES restantes seriam distribuídos nos caixas 2 de campanha do Dr. Roberto Martins e dos vereadores da base governista como Elvis Santos, Ângela Pessoa, Prof. Silvano, Tião da Padaria e outros.

Se a Companhia Teatral pode ser inocente, sim ela pode, porém as suspeitas são fortíssimas e as evidências apontam para a “falcatrua”.

O vereador e Pré-candidato a prefeito Pábio Mossoró já fez um requerimento pedindo esclarecimentos sobre esses repasses e dois dos dirigentes da ONG informaram que vão prestar informações, que a meu ver, já deveriam ter sido prestadas.

Se as respostas ao pedido de esclarecimentos feito pelo prefeitável Pábio Mossoró não forem convincentes, acredito que será necessário a criação e uma CPI.

Não sou contra o investimento em cultura, pelo contrário, porém em ano eleitoral e tendo um governo PTista, todo cuidado é pouco.

Infelizmente os assuntos negativos brotam desse governo e devemos ficar de olhos bem abertos para pressionar os vereadores a cumprirem seu papel fiscalizador.

Na próxima oportunidade vamos falar novamente dos cargos que a prefeita quer criar e da mentira que o esposo dela contou em uma rede social.


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon