• Carlos Guglielmeli

Assustado com uma enxurrada de denúncias, Vereador Elvis Santos “arrola” até “carinhas” do WhatsApp


Em um ato que considero atrapalhado e desesperado, o Vereador Elvis Santos, principal apoio da pré-candidatura a prefeito de Afrânio Pimentel, denunciou o conhecido Vargas Alves por tê-lo acusado de corrupção numa transação, no mínimo estranha, de permuta com um lote público.

Na representação feita pelo Elvis, assessorado pelo seu advogado Dr. José Zito, além do Vargas, ele cita este Blog e o grupo do Facebook “Notícias do Val” encabeçado pelo Ivan Kleber que noticiaram denúncias contra ele, além das “carinhas morrendo de rir” do aplicativo de mensagens WhatsApp.

Pasmem. As carinhas “morrendo de rir” foram citadas, ou melhor, arroladas como costumam dizer os membros dos grupos do tal aplicativo de mensagens.

Brincadeiras deixadas de lado, o vereador parece não entender o que é e como deve se comportar uma personalidade pública.

Um agente público é público de fato, por isso deve estar disposto a ser avaliado pela sociedade, se o vereador Elvis não gosta disso ele deveria andar na linha de maneira 100% transparente e clara para não levantar suspeitas sobre si, ou que renuncie a essa carreira.

Se houverem dúvidas, como as que existem, sobre sua atuação pública, é direito absoluto da população se expressar, criticar e denunciar tanto o Vereador Elvis quanto qualquer um outro.

Foi um tiro no pé, pois a menção das “carinhas morrendo de rir” na denúncia virou um “meme” relacionado ao vereador que circula com grande intensidade nas redes sociais, fora que seu ato instigou as pessoas a falarem mais, prestarem mais atenção em seus atos possivelmente obscuros.

O vereador foi inábil e agora vai ter que aguentar muito mais críticas do que as que vinha recebendo.

É importante que a população entenda a urgência de tirar o Vereador Elvis da vida pública para poupa-lo de ser avaliado pelo povo, portanto ninguém pode votar nele. Isso é um favor que vamos estar lhe fazendo.

Vamos ficar de olho no vereador!


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon