• Carlos Guglielmeli

Afrânio Pimentel, Elvis Santos e a Prefeita Lucimar são alvos de “gravíssima” denuncia


Uma “bomba” disparada por Vargas Alves. Assim pode ser definido o áudio que ele publicou no aplicativo WhattsApp fazendo gravíssima denúncia contra o pré-candidato a prefeito e vereador Afrânio Pimentel, contra o aliado dele e presidente da Câmara Municipal Elvis Saltos e contra a Prefeita Lucimar.

Segundo Vargas Alves os dois vereadores e a prefeitura estariam envolvidos em um esquema onde estão trocando um terreno de propriedade municipal que vale R$ 3 MILHÕES por um outro terreno, do proprietário dos Supermercados Econômico e amigo pessoal do vereador Afrânio, que supostamente vale R$ 300MIL e ainda assim voltando mais a fortuna de R$ 3MILHÕES para o dono do terreno que vale muito menos.

Trocando em miúdos, segundo o que afirma o conhecido Vargas Alves, Afrânio Pimentel e Elvis Santos estariam pagando com recursos públicos a fortuna de R$ 6 MILHÕES (RS 3 Milhões em dinheiro e R$ 3 Milhões de um terreno de 5 Mil metros) pela aquisição de um outro lote de "apenas 700 metros que supostamente vale no máximo 5% do valor pago por ele".

Se isso for verdade, os vereadores estariam desviando a quantia astronômica de mais de 5 MILHÕES e meio de Reais do patrimônio públicos.

No áudio o Vargas menciona que toda essa sobra de dinheiro desviado voltariam para os vereadores Afrânio Pimentel e Elvis Santos em forma de “caixa 2” para financiar as campanhas eleitorais de ambos.

Segundo o mesmo Vargas, a prefeita Lucimar / PT está envolvida no esquema, pois aprovou tal permuta tão desfavorável aos cofres públicos. Só não entendi na fala dele qual seria a parte dela na partilha dessa grana toda. Em alguns comentários espalhados pelas redes sociais sobre este assunto, houve quem dissesse que Lucimar tem mais interesse em eleger Afrânio prefeito do que em dinheiro.

Até para o bem dos próprios acusados é de enorme importância que o Ministério Público entre no caso e esclareça tamanho absurdo.

Vamos aguardar o desenrolar das apurações com a devida presunção de inocência.

Observe a repercussão desse assunto em uma de suas publicações em rede social:


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon