• Carlos Guglielmeli

Quem luta pelo Brasil? Qual voz fala mais alto? Qual a diferença entre as manifestações de 13 e 18 d


Que o Brasil está dividido, polarizado, ninguém tem dúvidas.

De um lado os brasileiros que querem destituição do modelo PTista de governo para a libertação nacional, caracterizados pelos símbolos nacionais como a bandeira da nação e as roupas verde e amarela.

Do outro lado os militantes dos movimentos e partidos ligados umbilicalmente ao PT que buscam manter o país como sua fonte de poder e renda, caracterizados pelas identificações de entidades como bandeiras de movimentos e partidos e a cor vermelha do comunismo.

Quase ninguém está na coluna do meio desses grupos, portanto os movimentos precisam ser comparados apenas para estabelecer o rumo que o país deve tomar democraticamente respeitando a maioria do povo e a legalidade dos meios para isso.

Vamos comparar:

1 – A adesão verde e amarela de 13/03 foi de 6Milhões de pessoas em todas as capitais e mais de 300 municípios. A adesão vermelha de 18/03 foi de 1,5Milhões de pessoas em 57 municípios incluindo algumas capitais:

Só o protesto na Av. Paulista, em São Paulo, contra o governo de Dilma, Lula e PT, no dia 13 de março, reuniu 1,5 milhões de pessoas, segundo a Polícia Militar e 2,5 Milhões de pessoas segundo os organizadores. Neste caso só a São Paulo do dia 13 contra o PT, Dilma e Lula foi maior que todo o Brasil do dia 18 de março a favor dos mesmos.

2 – O caráter espontâneo e voluntário das manifestações do dia 13 contra o PT, Dilma e Lula com seus cartazes escritos a mão, contra o evento de 18 de março em apoio aos mesmos financiados por movimentos sociais, Sindicais e partidos com seus Balões, palcos, trio elétricos, atrações musicais e etc.

Nos protestos anti-Dilma, predominavam os cartazes com palavras de ordem feitos com cartolina e caneta. Esta é a melhor medida da espontaneidade dos participantes. Este fato ficou demonstrado também pela chegada das pessoas aos locais de manifestações, o que se viu eram casais ou famílias vindos a pé de bicicleta, ônibus, carro ou metrô. No ato das organizações ligadas ao PT, as pessoas chegaram em grupos com coordenadores ou ônibus fretados. E predominavam os balões dos sindicatos, um recurso conhecido para dar a impressão de volume. Ou seja, para dar a ilusão, nas fotografias, de que há muito mais gente do que de fato há.

Enquanto os anti-Dilma, PT e Lula gastaram recursos próprios para se manifestar, os pró-Dilma, Lula e PT estavam em grande parte contratados pelos organizadores recebendo de 30 a 50 Reais pela diária, mais refeição e mais transporte. (Este fato é comprovado em documento do PT, nas imagens vistas e nos faz imaginar que foi o dinheiro público quem os financiou por meio de MST, CUT e outros).

Segundo o que prega o PT em seus discursos de divisão nacional, o país passa por um processo em que a pequena elite tenta subjugar a grande massa trabalhadora nacional. Olhando para as imagens abaixo, preciso dizer que eles estão absolutamente corretos.

No fim de um texto tão longo e imagens que falam por si só concluo que dizer que o movimento pró-Dilma, Lula e PT foi apenas 25% (proporção de 1,5Milhões de pessoas de 18/03 para 6Milhões de 13/03) do movimento contra os mesmos é muito. Não merecem essa proporção toda.

#Diferençaentreosprotestos #BogdoCarlos #CarlosGuglielmeli

Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon