• Carlos Guglielmeli

Dia 16 de março de 2016, dia em que o Brasil sofre seu segundo Golpe de Estado


Em um dia negativamente histórico, que vai provocar momentos marcantes na história nacional o Estado Democrático de Direito recebe um duro golpe orquestrado pelos personagens públicos que certamente ficarão registrados como os mais sorrateiros da biografia brasileira.

Sem nenhum pudor ou ressentimento o PT tripudiou, zombou, ignorou e debochou do povo que já havia dado todas as dicas do que quer para o país.

Nomear o Lula Ministro da Casa Civil foi uma afronta e uma perigosa provocação que indica que “o PT definitiva partiu para o tudo ou nada”.

Infelizmente o estopim foi aceso e o caldo entornou, não vejo outra consequência imediata se não a completa paralização nacional como resposta do povo para evitar a falência definitiva do país e seu mergulho profundo em uma ditadura ao estilo venezuelana.

O senário e catastrófico, o dólar vai disparar, as bolsas de valores vão despencar, porém não acredito que o consumo vá mudar já que tudo deve ser reajustado em pouco tempo.

Previ a muitos anos atrás que a crise financeira viria e veio, hoje prevejo que esse dia terrível vá ser o ponto de partida para a virada nacional com a consequente derrota absoluta do projeto de poder do PT.

O desespero PTista não previu a reação popular. A provocação dessa vez ultrapassou todos os limites e vai por fogo nas ruas. O que deveria ser a solução para livrar o Lula da cadeia vai ser na realidade sua condenação definitiva.

Hoje o povo sente o sabor amargo da derrota nacional contra a ditadura e a impunidade, mas com sua ira provocada pelo próprio PT as ruas vão se inflamar, isso vai acelerar o processo de Impeachment, Dilma vai perder o mandato, Lua será demitido, perderá o foro privilegiado, voltará a ser julgado pelo juiz Moro e será preso.

O povo precisa fazer o barulho necessário para que tudo aconteça, mas o fim do PTismo está próximo e certo.

Tiro PTista vai sair pela culatra.


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon