• Carlos Guglielmeli

De que vale não votar? Qual a consequência desse protesto?


A contagem final dos votos na eleição presidencial de 2014 deu uma vitória à PTista Dilma por uma diferença de mais ou menos e míseros 6% dos votos válidos.

Na contramão desse numero pequeno vemos um outro número monstruoso que é o de 29% de votos nulos, brancos e abstenções.

Baseado nesses números é fácil concluir que os “votos de protesto” fizeram exatamente o contrário do que queriam os manifestantes. Foram decisivos para reeleger o grupo de corruptos que os decepcionou a ponto de lhes roubar o ânimo de exercer seu sagrado direito e dever de cidadania.

O outro candidato poderia até não ser o ideal para alguns, mas em disputas polarizadas as

pessoas inteligentes escolhem um sua preferência ou aquele que considera menos ruim.

Essa história de que político nenhum presta e de fazer campanha contra tudo e todos é tola, não muda nada, nem rapidamente e nem aos poucos. As decepções são muitas e gran

Em Valparaíso estamos vendo uma enxurrada desses pensamentos fracos. Vamos ter outra disputa polarizada entre PT e PSDB e se cometermos o mesmo erro cometido em 2014 será o mesmo que implodir a cidade de vez. Não digo isso pelo apoio ao Pábio Mossoró, digo isso porque a cidade não aguentaria mais quatro anos desse desastre administrativo do PT. Aqui não temos o segundo turno, por isso nem vale arriscar em uma terceira via.

Prestemos a atenção na nossa própria cegueira. É preciso ser mais inteligente que isso.


Carlos Guglielmeli

O nosso objetivo é comentar as notícias com uma pitada de avaliação pessoal. Aqui a primeira pessoa, tanto singular como do plural, não são proibidas nos textos.

Boa leitura!

Siga "PELO MUNDO"
  • Facebook Social Icon
  • Google+ Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Blogger Social Icon
  • Instagram Social Icon